Instituto Sagres e os Cenários Prospectivos da Força Terrestre 2035

by

Nos meses de fevereiro, março e abril do corrente ano, o Instituto SAGRES – Política e Gestão Estratégica Aplicadas — por intermédio de seu presidente, Homero Zanotta, e do vice-presidente, Raul Sturari — prestou serviços técnicos especializados de consultoria, em caráter voluntário, apoiando o Centro de Estudos Estratégicos do Exército (CEEEx) na elaboração dos “Cenários Prospectivos da Força Terrestre 2035”.

Em 02 de maio de 2016, os estudos foram apresentados ao General Villas Bôas, Comandante do Exército Brasileiro. Na oportunidade, o SAGRES recebeu homenagem pela colaboração, ocasião em que o presidente agradeceu as homenagens e colocou o Instituto à disposição da Força e do Estado brasileiro, sempre que necessário.

homenagem_exercito

Homero Zanotta, presidente do SAGRES, recebe homenagem do Comandante do Exército Brasileiro

Vice-Presidente do Instituto Sagres profere palestra na Escola de Inteligência do Exército

by

Atendendo a convite formulado pelo Comandante e Diretor da Escola de Inteligência Militar do Exército (EsIMEx), Coronel Antônio Jorge Dantas de Oliveira, o Vice-presidente e Diretor de Inteligência Estratégica do Instituto Sagres, Fernando Fernandes, proferiu palestra para alunos do Curso Intermediário de Inteligência daquele estabelecimento de ensino. O evento, realizado no dia 11 de julho, teve como tema “A Análise de Inteligência”. A palestra abordou os fatores de influência no processo mental da análise e técnicas de apoio análise.

O Instituto Sagres sentiu-se honrado com o convite e externa sua satisfação em ter tido a oportunidade de contribuir com a EsIMEx – estabelecimento referência no País – na formação e aperfeiçoamento de seus alunos.

O Vice Presidente Fernando Fernandes apresentando os fatores de influência no processo de análise

Fernando Fernandes agradece a oferta de um brinde feita pelo Cel Dantas

Exército brasileiro prepara sistema de prevenção contra ataques cibernéticos

by

O Exército brasileiro anunciou a compra de novos softwares para segurança e prevenção contra ataques cibernéticos.

As medidas fazem parte de um planejamento mais abrangente do governo brasileiro para criar um sistema de defesa e contra-ataque de possíveis ameaças a páginas e redes institucionais e de proteção a dados sensíveis.

Fonte: BBC Brasil