Por isso, o movimento de realocação para o Ocidente não significa somente desmontar fábricas na Ásia e remontar nos EUA. Trata-se, em muitos casos, de modernizar as estruturas de produção com o que há de mais avançado em matéria de robótica.

Comments

Seu comentário é importante

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*